segunda-feira, fevereiro 24, 2014

O vilão é o Czar.

 photo ucracircnia.jpg

Ao contrário dos europeus, que odeiam a Europa, os ucranianos sabem bem que o modelo ocidental tem as suas vantagens e, entre o sempre eterno czarismo russo (há coisas que nunca mudam) e a disfuncional União Europeia, sentem-se mais inclinados para um modelo que, mesmo esquizofrénico e complexado, não entra com tanques nem exagera nos tiques autoritários.
A Ucrânia é uma potência regional, rica em recursos naturais e humanos, e os ucranianos, que constituem 78% da população do seu país (o resto são russos), sabem de História e sabem bem o que é melhor para a sua nação. Já nós, que não sabemos nadinha nem de história nem do que é melhor para a tosse, cumprimos o mesmo ritual masoquista de sempre com editoriais a desfazer na União, em vez de constatar o óbvio: a vocação imperialista de Putin sofreu, nos últimos dias, uma enorme derrota. E uma derrota alicerçada em valores que são caros ao Ocidente, porque os ucranianos não querem para eles o nepotismo, a oligarquia, a tirania, a miséria, a censura e a corrupção que faz a felicidade dos russos. Os ucranianos querem um sistema de estado de direito, democrático e que garanta níveis mínimos de mobilidade social e equidade económica, como aquele que faz infelizes os europeus.
A esquerda europeia (que constitui, afinal, 90% da opinião impressa) tem uma secreta e meio envergonhada admiração pelo Czar, e celebra as suas vitórias com euforia mal disfarçada (como aconteceu com o triste episódio sírio), mas cala invariavelmente as suas humilhações. A Putin tudo é permitido, vá-se lá saber porquê. Os maus da fita são sempre os imbecis da Comissão Europeia. Os imbecis da Comissão Europeia são de facto bastante imbecis, mas, que raio, a idiotia nem sempre é uma vilania e, neste caso, o mau da fita não pode ser Durão Barroso. Neste caso, como em tantos outros em que é poupado pela autofagia europeia, o vilão é Vladimir Putin.
O percurso da revolução ucraniana não acaba aqui e o mais provável é que o Kremlin consiga criar um pequeno estado fantoche com os russos do leste da Ucrânia, mas o simples facto de um povo ser forte o suficiente para fazer frente às ambições do Czar é, nos tempos que correm, um sinal de que a civilização ainda tem argumentos na eterna batalha contra a barbárie.

quarta-feira, fevereiro 19, 2014

You Should Be Dancing.



Há muito Disco Sound na banda sonora destes dias que correm, em que não tenho vagar para mais que despejar clips no blog.

Broken Bells  |  Holding On For Life

segunda-feira, fevereiro 17, 2014

Hino ao Inverno, com saudades de verões perdidos.



Um magnífico bocadinho de consolação, que me chegou por este meu querido amigo aqui, que tem um gosto simplesmente i-m-p-e-c-á-v-e-l.

Fleet Foxes |  White Winter Hymnal

sábado, fevereiro 08, 2014

Já viu um destes?

 photo ufosightings.jpg

Um dia, hei-de ter tempo para escrever aqui no blog o que penso sobre isto dos ovnis. Mas, por agora, só dá para postar esta lista das tipologias de discos voadores avistados nos céus do planeta, que é bem linda.  Se já teve a sorte, ou o azar, de topar com um destes objectos, é garantido que não se tratava do super-homem, ou de um balão meteorológico, ou de um drone, ou de um fenómeno atmosférico. É que estes modelos em 3D foram retirados de relatos de testemunhas credíveis e em quantidade, que nunca foram explicados pelas "autoridades" ou pela "ciência". E eles andam aí.

quinta-feira, fevereiro 06, 2014

Estação Karaoke



Said The Whale  |  The Real of It

Gentil audiente, canta comigo estes versos mp3.